quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Estou naquela fase triste de ser pós-parturiente (será que esse hífen ainda existe?): muitos quilos a mais, já que eu não sou daquelas sortudas que 'voltam' em 15 dias. Tá. Voltei para a academia ontem. Já fui dar uma corridinha umas 3 vezes. Grande coisa. Resolvi dar uma maneirada na boca, comprei até um shake, mas não vivo sem doce. Fiz uma gelatina batida com iogurte desnatado. Nem é ruim. É bom. Gelatina de framboesa, tem gosto de bala 7belo. Beleza. Lembrei de uma conversa que tive hoje com a Flavioca pelo msn que falava de barra de Opereta com castanha de caju. Conclusão: saio eu e o João, as 9 e meia da noite - abre uma gestalt aqui ----> diálogo:
- João, vamos no mercado com a mamãe comprar veneno e chocolate (não, o veneno não é para colocar no chocolate. Seria uma boa saída: mata a gorda que os problemas acabam!)?
- Espera aí, mamãe, que eu vou pegar a minha carteira. <----- aqui fecha a gestalt -, comprar o bendito chocolate. Ah, quanta hipocrisia! Sempre fui gorda e nunca me faltou nada! Agora que eu casei vou ficar fazendo tipinho?! Ainda mais depois que eu adquiri um secador e uma chapinha com ions - abre-se aqui mais uma gestalt para mais um dos meus pensamentos que surgem no meio do texto---> Comprei de segunda mão da minha chiquérrima secretária do lar, que tem em sua casa uma TV enoooooooooooorme de plasma, cama box kingsize, um note poderoso, entre outros mimos<--- aqui termina essa observação -, tecnologia que vai me deixar arrasadora. Adoro tecnologias. Chocolate sim! Gelatina também! E quando deus quiser - (enfatizem aqui na hora de ler, tá?)e ele HÁ de QUERER! - eu volto ao meu corpinho de um ano atrás!

Veio de brinde, em uma das 9.548 revistas que essa casa assina, um lencinho umedecido para limpar a xana. E tem agentes hidratantes. Era o que me faltava, hidratar a xana. Eu hidrato meu rosto todo dia, passo reparador de rugas - sim, eu as tenho - ao redor dos olhos, hidrato o corpo com oleo trifasico, hidrato o cabelo. Agora, hidratar a xana, sinceramente, ultrapassa a minha vaidade.

1 mês e 5 dias sem dormir. Estressada. Soltando fogo pelas ventas. Não me cumprimente na rua, ok?! Só se não ligar de ouvir reclamação e blá blá blá blá.

Solidariedade para com a Clara. Vamos torcer para que essas pedras sejam pedrinhas de brilhantes para ladrilhar o seu caminho.

Um comentário: