terça-feira, 31 de agosto de 2010

Ela não gosta da rotina. A rotina a faz inquieta! O fato de ser tudo igual todo dia a deixa triste por não ter tempo de descobrir coisas novas e ficar feliz pelas suas descobertas. Reescrever a história é algo que a incomoda, mesmo que essa história seja boa e que reescreve-la diariamente faça parte de algo maior.
Ela prefere a liberdade de ir e vir e sonhar e viver com a leveza do vôo. Ela prefere que, mesmo aos trancos e barrancos, a vida se renove a cada minuto, e ela aprenda coisas boas com acertos e coisas ruins com os erros que ela mesma cometeu. E tenha memórias com cheiro e gosto, e tenha histórias para contar, e tenha amigos para sentir saudade, e carregue com ela o gostinho de ser lembrada como algo bom que estava de passagem.
Ela não quer um objetivo. Ela quer ser caminho sem destino. Infinitude...

Um comentário:

Nanda disse...

Humm tá falando de quem assim??????????