terça-feira, 10 de agosto de 2010

SOBRE O MINIMALISMO AO ENVELHECER

É impressionante como tempo passa. Eu já tenho 30 anos. 2 filhos!! E penso da mesma maneira como pensava a...sei lá...15 anos atrás. Claro que já mudei muito de opinião, conheci novas coisas, esqueci algumas coisas...mas a essência...essa continua sendo de baunilha.

Mais impressionante ainda é que quanto mais o tempo passa, mais rápido ele passa e mais devagar ele parece passar. É confuso. Mas é assim: hoje o ano corre mais rápido do que anos atrás. O tempo cronos parece passar mais rápido, esse factual, do dia-a-dia. O tempo imaginário parece não passar. Parece que as coisas desenrolam muito mais devagar, que acontecem muito menos coisas, que as novidades são sempre velhas e as mesmas. Os assuntos, as atividades, as roupas, as músicas...parecem que elas sempre estiveram e estarão num cantinho e nunca são trocadas, e nunca são lavadas, nunca são reformadas, nem reformuladas...E o novo é sempre mais do mesmo.

É a vida em tons de sépia, a qual eu sempre me refiro. O mundo desbotando, perdendo a cor, envelhecendo junto comigo. As descobertas são mais raras...apesar de descobrir coisas todos os dias. Acho que, com o passar do tempo, a gente vai dando menos importância para as coisas. O poder de minimizar se torna muito maior do que o de maximizar. E o minimalismo é maduro, e ele chega uma hora, quer a gente queira ou não. E a gente deixa de se importar com as coisas muito grandes e muitos pequenas. Fica tudo mais ou menos do mesmo tamanho e, talvez por isso, todas as coisas se misturem e se tornem até, eu diria, imperceptíveis. O problemão é só um problema e o felizpracaralho é só feliz. Os tons deixam de ser flúor ou desbotados...é tudo de uma cor só. Eu acho que preferia a desigualdade...

É. A vida vai perdendo a graça. Ou a minha vida está perdendo a graça. Tanto faz. Essa é a minha verdade.

Um comentário:

Nanda disse...

Será amiga que estamos deixando a vida perder a graça? A verdade é que senti sua falta esses dias...ando precisando extravasar!!
beijs